Saiba o que acontece no envelhecimento

O que acontece no envelhecimento?
Publicado em: 17/03/2021

A expectativa de vida aumentou muito nos últimos anos não é mesmo?

Vocês se lembram que em 1950 a expectativa era de 45 anos e em 2000 de 65 anos? Então, atualmente a expectativa de vida estará por volta de 100 anos. Os avanços na área da saúde tem permitido que vivamos mais, entretanto isso veio com um paradoxo, o aumento das doenças crônicas não infecciosas, ditas doenças do envelhecimento, ou seja, estamos sim vivendo muito, mas sem qualidade de vida.


Entretanto, esse cenário permitiu e estimulou estudos sobre o que acontece no envelhecimento: identificou-se que após os 30 anos de idade ocorre um declínio gradual na produção de hormônios, pelo próprio envelhecimento das glândulas. Como os hormônios são os “gerentes" do corpo humano e tudo que está relacionado a função se refere a eles, a produção insuficiente desses mensageiros por si só começa a causar desordens metabólicas.


Quando os hormônios chegam às células e determinam que alguma ação seja excetuada, desencadeia-se uma série de reações bioquímicas. Para que elas aconteçam de maneira satisfatória, são necessárias várias substâncias como vitaminas, sais minerais, antioxidantes, entre outras, que muitas vezes estão insuficientes em nosso corpo pela ingestão inadequada de alimentos ricos nessas substâncias.

Por último, descobriu-se que as doenças crônicas não infecciosas tais como diabetes, Alzheimer, a maioria dos tipos de Câncer, Hipertensão Arterial Sistêmica, etc, são consequências da inflamação crônica subclínica ou inflamação silenciosa sistêmica de baixo grau.

Inflamação Aguda x Inflamação Crônica

Sabe-se que a inflamação aguda é necessária e imprescindível para processos de defesa, cicatrização e reparo e regeneração de tecidos e células.

Já a inflamação crônica subclínica sistêmica e de baixo grau, mantem ativado o sistema imunológico e uma cascata de citocinas pró-inflamatórias, que vão causando danos nos tecidos e causando as tais doenças próprias do envelhecimento, bem como as condições auto-imunes.


Esse quadro inflamatório faz com que nossas células, principalmente as de defesa e as células-tronco, se dividam mais na tentativa de nos defender desses insultos. E a cada divisão celular, os telômeros se encurtam até que essas células se tornam senescentes (envelhecidas), que não morrem, mas se tornam disfuncionais e também disparam a citocinas inflamatórias, perpetuando e agravando o processo da inflamação crônica Subclínica.


Sessão de comentários, dúvidas e respostas

Nenhum comentário foi feito ainda. Para comentar, por favor acesse sua conta.

CNPJ 39.511.601/0001-02
© Biological Age - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por PurpleTech